3 Pilares Para Anunciar No Google Com Sucesso

Muita gente me diz que é difícil ter resultados no Google e que, na maioria das vezes, é mais fácil, pelo menos no início, conseguir retorno através do Facebook Ads. É, por isso, para tentar lhe ajudar nesse aspecto, que eu resolvi compartilhar com você esses 3 pilares para anunciar no Google com sucesso.

Sem tempo de ler? Ouça o podcast!

1. Landing Pages de Alta Conversão

Esse é o primeiro passo para você ter resultados, não só no Google. As técnicas que eu vou lhe entregar aqui também funcionam no Facebook Ads. Antes que você pense que vou falar mais do mesmo, quero lhe garantir que não. Eu vou mostrar para você como criar uma Landing Page de alta conversão. Como é que a gente faz para ter resultado através de uma Landing Page. Infelizmente, 90% das pessoas não aplicam o que vou lhe entregar agora. Todo dia eu entro em conta de Google e descubro, sem surpresa, que essa técnica não está sendo empregada.

O principal erro de quem anuncia no Google, principalmente utilizando a estratégia de tráfego, é enviar o tráfego para a página de vendas ou para uma página de captura de leads, ou para vender, enfim. Sim, você entendeu direito. Está errado quem direciona o tráfego para uma página diretamente, seja de vendas ou de captura. Infelizmente, 90% das pessoas fazem isso, cometendo um erro que impacta negativamente os resultados.

O que os grandes players fazem é bem diferente. Eles enviam o tráfego para múltiplas páginas simultâneas. Certamente você deve estar com o pensamento de que isso é muito complicado, muito difícil. Bem, a gente tem um produto chamado “Aprendapiano.com”, não sei se você conhece, um de seus cursos, chamado “M30”, vendeu múltiplos 7 dígitos, sem disparo de e-mail, só com Landing Page de alta conversão.

Para quem não sabe, uma Landing Page de alta conversão é aquela que converte com tráfego frio. Ou seja, mandei tráfego para essa página e já vendi um produto, sem passar por e-mail ou outro canal. O curso M30 do Aprenda Piano vendeu só através de PV e Telemarketing. Ao contrário da maioria, que geralmente faz o contrário, sempre que vamos elaborar essa estratégia, sentamos com a equipe no intuito de criarmos primeiro uma página de alta conversão, para depois começar a enviar muito tráfego.

A maneira mais fácil de você criar uma página de alta conversão é criando três páginas, enviando seu tráfego igualmente para cada uma delas. O próprio resultado vai lhe mostrar qual converte mais. Geralmente, em 14 dias você já tem uma resposta confiável. Aí, baseado na melhor página, você construirá outras duas páginas, e reiniciará o processo, otimizando cada vez mais, sem parar.

No Aprenda Piano nós fizemos, em média, 64 páginas para descobrir a nossa página de alta conversão. Quando a gente conseguiu, a cada R$100 reais investidos em tráfego, vendíamos um produto de R$300 reais. Esse era o nosso ROI. E aí comecei a enviar tráfego de todo quanto é canto. E chegamos a vender quase 50/60 cursos por dia. Lembre-se que estamos falando de um curso de piano, onde o nicho é extremamente pequeno.

Foi dessa forma, começando com uma página, testando e otimizando que conseguimos esse resultado. A maioria acaba construindo uma página depois de contratar um designer, acredita que está linda e perfeita, pois é visualmente atrativa, contém todos os gatilhos mentais e esquece do principal: Testar!

A gente sabe se uma página é boa ou ruim, testando. Eu já contratei o melhor designer, fiz uma página incrível e não converteu. Então, é necessário testar. E para fazer isso a melhor ferramenta é o Google Optimize. Que é gratuita, fácil de utilizar e não exige que você seja um programador. Você instala em seu site, assim como o Google Analytics, e sem mexer em grandes configurações, aperta dois ou três botões, e cria uma página. Você irá perceber que uma simples cor de botão é capaz de mudar completamente os resultados.

Mesmo que você já tenha resultados no Google e no Facebook, utilize o Optimize, pois sem dúvidas dá para melhorar o seu retorno e muito. Eu, inclusive, no Conversão Extrema, estou fazendo novas páginas. Os testes não param nunca. Trabalhar com o Optimize é muito simples, podendo ser possível criar uma página em apenas 1 minuto, e o resultado é gigante. É importante ressaltar que a ferramenta funciona para qualquer tipo de negócio, inclusive e-commerce.

Eu vou lhe dar um exemplo para que fique ainda mais nítido como o optimize pode ajudar a impulsionar os seus resultados e o quanto é importante fazer esse teste e otimizar suas páginas baseada nele.

Eu criei três páginas. Ou melhor, uma página e duas variantes dela. O que variou foi a cor do botão, nada mais. Uma tinha um botão verde, outra laranja e a terceira com botão amarelo. O Google Optimize mostra a média de conversão das páginas. O resultado foi que a página de botão laranja, na pior das hipóteses, segundo os dados da ferramenta, será melhor que a página original. Ao clicar no Analytics, você verá dados mais claros sobre a diferença de performance entre as páginas. A conversão de Leads apresentada foi de 28,16%.

Eu fiz uma simulação desses resultados e quero dividir com você. Se nós temos um produto com preço de R$1000 reais e mandamos 10 mil pessoas para cada página, teremos:

  • Página Original: 0,71% de taxa de conversão, resultando em 71 vendas a R$1000 reais, totalizando R$71.000,00 reais.
  • Página Variante Botão Laranja: 1% de taxa de conversão, resultando em 100 vendas a R$1000, totalizando R$100.00,00 reais.

Uma diferença de nada menos que R$29 mil reais. Com uma simples cor de botão. Eu vi isso com meus próprios olhos, mas antes eu também não acreditava. Coloque uma coisa em sua cabeça: Quando uma Landing Page é boa, independente do seu produto, converte muito. Quer ter resultado no Google? A sua página precisa ser de alta conversão.

2. Segmentação Extrema

O Google, diferente do Facebook, oferece muitas formas de você divulgar o seu produto. É possível anunciar na Rede de Display, Na Rede de Pesquisa, Youtube, usar palavra-chave, baseado em seu cliente, enfim, tem infinitas possibilidades e oportunidades. Eu vou mostrar algumas estratégias aqui para você, para que seja possível já ter resultados no Google começando do zero.

1. Círculo Concêntrico: Sempre comece suas campanhas focadas. E depois vá ampliando conforme os resultados. Quando você faz o processo contrário, de anunciar amplo e depois mais restrito, o consumo da verba é muito maior, fazendo com que você perca uma grande quantia de dinheiro. Foca já no seu cliente, no usuário que vai comprar. A primeira campanha no Google que você pode fazer é a de Remarketing. Afinal, assim você vai atingir muito mais pessoas e já terá resultado. E depois, trabalhando com campanhas de remarketing, o Google vai pegar pessoas semelhantes aos seus primeiros compradores. Sempre comece com extremo foco em seus clientes.

2. O Google Diz Quem Compra de Você: Se você não sabe quem compra do seu negócio, o Google lhe conta. Lá na ferramenta do Adwords, em planejador de público-alvo, você consegue entender perfeitamente quem são as pessoas que comprariam do seu negócio, baseado no site de seu concorrente, na página de obrigado dele ou de uma palavra-chave.

3. Anuncie para o Público-Alvo Similares dos Concorrentes: Se você quer descobrir quem é o público-alvo dos seus concorrentes, basta pegar, no mínimo, 4 ou 5 sites deles, e colocar na ferramenta do Google.

4. Para Quem Eu Não Devo Aparecer: Um outro ponto que sempre falo, inclusive, no Conversão Extrema, é que é melhor descobrir para quem você não deve anunciar, do que para quem deve aparecer. Quando crio uma campanha, eu sempre penso: Para quem eu não devo aparecer? Para a campanha da Blueberry, por exemplo, eu tenho cerca de 1300 palavras negativas. O planejador de palavras-chave do Google será um excelente aliado nessa tarefa.

5. Comece pelo Remarketing: É a campanha mais rápida, mais fácil e eu lhe garanto, com 99% de certeza, que vai gerar resultado. Quando falo de remarketing, estou falando de uma versão atualizada, do 2.0. Bem, o remarketing 2.0 são pessoas que entraram no seu site e fizeram alguma ação. Simples. Esse grupo apresenta uma grande probabilidade de comprar de você. Se você investe pouco, foque nesse tipo de público, lembrando a regra do círculo concêntrico. Utilize os dados do Analytics para lhe ajudar no Ads. Claro, não aplique aquele remarketing chato, insistente, repetitivo. Utilize uma estratégia gradativa, que encaminha o tráfego de maneira relevante, utilizando gatilhos mentais, mostrando conteúdo, depoimentos, informações úteis, capazes de convencer o usuário, antes mesmo dele pegar o cartão de crédito para efetuar a compra. Seja criativo com as suas campanhas do Remarketing.

3. Anúncio

Agora nós vamos falar sobre a Rede de Display. Eu não conseguia gerar resultado na rede de display do Google para tráfego direto, para venda. E, obviamente, que essa era uma meta. Eu pensava que se dava para fazer no Face, tinha que dar para fazer no Google. Eis que, em 2016, eu estava em uma reunião com o Renato e o Dan, do Infinity, em um grupo, e teve uma palestra do pessoal do Taboola. Para quem não sabe, o Taboola não tem nenhuma segmentação. É você colocar o anúncio e ver no que vai dar.

Então, na hora das perguntas, logo após o fim da palestra, eu levantei minha mão e questionei: “Uma das regras é a segmentação, como é que vocês conseguem gerar resultados para os clientes sem segmentar os anúncios?”. A resposta foi: Na verdade, o segredo é não parecer anúncio. O usuário olha para um anúncio do Taboola e não o detecta como tal.

Foi assim que percebi que eu precisava transformar os meus anúncios em nativos. Ou seja, fazer com que eles não se pareçam com anúncios. Afinal:

  • Usuários já rejeitam quando identificam anúncios automaticamente.
  • São mais humanizados.
  • Despertam curiosidade maior.
  • Não são agressivos.
  • CTR são maiores.
  • Não atrapalham o conteúdo.
  • Parecem amadores.
  • Utilizam fotos reais ao invés de “modelos”.
  • Geram mais resultados (Minhas Campanhas).

Assim que eu voltei do Infinity, cheguei para a minha equipe e falei: “Quero fazer um teste muito louco”. Porque o próprio Google fala que a rede de display, sem ser remarketing, não é boa para conversão. E eu queria provar que não necessariamente. Fizemos, e foi em março de 2017, após esse “teste” que a gente teve o maior faturamento provindo da Rede de Display.

Nós descobrimos também que anúncios visualmente caracterizados com os sites aos quais eles estão sendo veiculados, convertem ainda mais. Por exemplo, o Terra veicula anúncios do Google. Se o público desse canal traz retorno para o meu negócio, eu faço anúncios com características do site em si, como utilizar a cor laranja da identidade visual da marca. Isso o torna mais natural para o ambiente, mais nativo, fazendo com que o usuário não o enxergue como “anúncio”.

Uma outra sacada, para que seu anúncio chame mais atenção na página é fazer com que ele se mostre em um plano diferenciado dos demais. Por exemplo, com uma simples borda em dégradé na imagem do meu anúncio, eu consegui um efeito visual que fazia com que ele “saltasse” na tela e se colocasse em um plano “mais a frente” dos outros anúncios.

Eu sei que tudo o que falamos até aqui pode parecer simples, até óbvio em alguns aspectos, embora para mim, lá atrás, não era nada óbvio. Mas, eu preciso dizer que isso foi o que virou o nosso jogo em relação aos resultados na rede de display do Google. As coisas simples, que a gente ignora muitas vezes, é o que gera resultado. Então, é bom ficar atento a isso.

Assista ao vídeo sobre os 3 pilares para anunciar no Google com sucesso

Aproveite para se inscrever em meu canal do YouTube e receber mais dicas sobre marketing.

Acesse: Canal do YouTube

Ouça o Podcast!

Baixe meus podcasts em sua plataforma favorita.

Acesse: Podcast

Baixe os Slides

Baixe os Slides

Espero ter lhe ajudado de alguma maneira.

Até a próxima.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Aprenda a anunciar no Google com Orçamento Baixo

Ebook + Aula Completa Inclusa. Baixe Agora. É Grátis.

JUNTE-SE A MAIS DE 50.000 PESSOAS

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos e com prioridade

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo

Aprenda mais sobre Marketing Digital no Instagram Me siga →