As 2 Metas Que Você Precisa Ter Antes De Anunciar No Google

Quais são as duas metas que você precisa ter antes de começar a anunciar no Google. E esse é um dos principais erros de quem está iniciando seus anúncios na internet. Não ter meta clara e objetiva de onde quer chegar.

Primeiro. O cara não tem meta nenhuma. Esse é o principal erro. Vai começar a anunciar e aí vem as perguntas: O que você quer? Qual é o seu objetivo? A resposta é: Meu objetivo? Não sei. Eu vou anunciar e ver aqui o que vai dar. Esse é um erro gravíssimo. Mas tem um erro, que acho que é tão ruim quanto esse, que é a pessoa começar a anunciar no Google e colocar uma meta que ela tira do além. Uma meta surreal. Simplesmente cria uma meta, sem dados nenhum. 

Por exemplo, eu quero investir R$10 reais no Google e faturar R$10 mil. É isso que eu quero. Não funciona dessa maneira. E aí o cara coloca a expectativa lá em cima, anuncia no Google e não a alcança, até mesmo pode investir R$10 e voltar R$1000 e dizer: Ok! Tá ruim. O Google não funciona, não é bom. Porque ele tirou a meta do além. Um dia ele falou que queria 1000% de ROI ou que poderia investir R$1 real e ter R$1000 de retorno. Enfim, ele tirou isso de algum lugar e aí acaba que se frustra com o resultado no Google.

E eu vou mostrar para você nesse conteúdo prático, como a gente pode criar uma meta e quais são as 2 metas que você precisa ter claramente para começar a anunciar no Google e acompanhar os seus resultados.

As duas metas são: CPA e Volume. Simples assim.

Sem tempo de ler? Ouça o Podcast!

O Que Significa CPA?

CPA significa custo por aquisição. Aquisição é o seu principal objetivo ao anunciar no Google. Por exemplo, se o seu objetivo é venda, então é custo por venda. Se o seu objetivo é lead, custo por lead. Uma pessoa interessada em comprar de você. Se a sua campanha é ligação, então custo por ligação telefônica.

Esse aqui é o Custo por Aquisição. A primeira meta que você precisa ter. Qual é a sua meta? Bom, minha meta é X reais por CPA. Você vai depois brincar, inclusive, na sua campanha, com o seu custo por conversão.

O Que Significa a Meta de Volume no Google Ads?

Agora, a segunda meta e não menos importante que a primeira é volume. A quantidade de conversões que você precisa acompanhar e ter para alcançar um faturamento bom, atrair clientes e tudo mais.

Você pode dizer. Eu tenho um CPA excelente, Tiago. Mas eu vendo 1 por mês. Não. Isso não vai pagar as suas contas. Então, você tem que nivelar em CPA, o mínimo que você consegue pagar, e também o máximo de volume. E isso vai trazer grandes resultados para você que está anunciando no Google.

Como Fazer o Cálculo da Meta de Volume?

Vamos ao primeiro cálculo. O cálculo de volume é simples, nós vamos falar sobre ele, antes de conversar sobre o CPA que é o principal.

O Volume funciona com a seguinte lógica. Não adianta anunciar no Google com uma meta surreal. Por exemplo, você nunca anunciou no Google, está na sua primeira campanha? Não faz sentido colocar que com esse anúncio você quer vender 10 produtos por dia.

Não. Começa com uma meta mais simples. Pense primeiro em fazer a sua primeira venda. O seu primeiro lead. E aí você começa a escalar conforme os resultados de campanha.

Vou investir R$100-200 no Google e eu quero, pelo menos, um volume de 2 leads por dia, 2 ou 3 vendas por dia. Então, se realmente alcançou esse objetivo naquela semana, vai aumentando o volume, sua meta de volume por mês.

E como é que geralmente eu faço as minhas metas? Se eu coloco a meta de volume aqui, geralmente, crio uma meta ruim, a meta média e a boa. Então, vamos supor. Hoje, a minha meta média é 1 venda por dia. A meta boa seria 2 vendas por dia. E a ruim seria 1 venda a cada dois dias. É assim que eu começo a meta. E aí vou trabalhar para alcançar a meta boa e mesmo se eu não conseguir, estou alcançando a meta média, que já é algo bom para mim.

Então, algo que eu coloquei alcançável. Realmente, não é uma meta surreal, do tipo que vou colocar 10 vendas por dia, só que eu acabei de começar a anunciar no Google.

Antes de qualquer coisa, quando você começa a anunciar, é necessário pegar métricas. Entender o seu público. Entender o anúncio. Entender a concorrência. Entender quais são as objeções que as pessoas têm ao não comprarem de você. Isso tudo quer dizer que é necessário continuar trazendo pessoas para o seu site, e ir avaliando as métricas para aí aumentar o volume.

Ninguém começa anunciando no Google com grandes volumes de vendas. Não se inicia com 100 por dia. E sim com 1-2 por dia, vai aumentando o investimento, vai criando confiança, coletando métricas e aí sim você investe com mais confiança, otimizando, consequentemente o retorno é maior e assim por diante.

Então, esse é o volume. Crie um volume real hoje. Geralmente, se você já anuncia no Google há um tempo, pegue o volume baseado no seu histórico. Se eu estou vendendo 1 por dia hoje, então a minha meta agora é tentar passar para dois por dia. Minha meta boa seria 3 e a ruim seria 1,5.

Pronto. Baseado no meu histórico, eu já defini a minha meta real. Porque se eu crescer o dobro, seria crescer 100%. Já seria excelente. Crescer um pouquinho a cada mês ou a cada dois-três meses, no final do ano você vai ter um crescimento significativo nos seus anúncios no Google.

Como Fazer o Cálculo da Meta de CPA

A segunda meta é a de CPA. Como vimos, a meta de CPA é o custo por aquisição. Então, a meta de CPA é o valor máximo que você está disposto a pagar ao Google. É como se você dissesse: Google, ao investir R$10 reais, eu preciso que volte X reais para mim, senão vou ter prejuízo. E o Google é um investimento. Não é para pegar o seu dinheiro. Então é para você colocar o seu dinheiro e voltar. Por isso tem que ter essa meta clara.

Então, de novo. A meta de CPA, geralmente, faço da mesma forma que a de volume. Estabelecendo uma meta mínima, uma média e outra máxima. Só que o CPA eu calculo baseado no valor do produto que estou vendendo.

Vamos supor que eu estou vendendo um produto de R$300 reais. Nesses R$300 reais, ao entregar esse produto, com custos variáveis, imposto, custo de produção, eu gasto R$100. Então, eu já subtraio esse valor daquele cheio. Nesse caso, para entregar esse produto, se eu não gastar nada com marketing, eu vou ter R$200 reais de lucro. Excelente!

Aí o que eu faço depois disso? Em cima do lucro líquido, eu crio a minha meta de CPA. O que eu faço? Divido entre meta ruim, meta média e meta boa.

O que seria a meta média? Se eu pegar e dividir o meu lucro líquido em 50%, vou ter R$100 reais. Ou seja, eu estou dando para o Google R$100 reais e ele está me voltando R$200. Então, eu estou investindo R$100 e está voltando R$200 para o meu bolso. O Google está me trazendo um lucro líquido de R$100 reais. Ou seja, 100% de ROI líquido. Isso é excelente.

Qual é o investimento hoje que você coloca R$1 real e voltam R$2? Você coloca R$100 reais e voltam R$200? Coloca R$1000 e voltam R$2000? Investe R$100 mil e voltam R$200 mil? Realmente não existe! Então, o Google é esse tipo de investimento. Quando você tem informações e métricas suficientes, consegue ter esse retorno. 

Agora, o que seria uma meta ruim? Seria colocar R$150 e voltar R$50 só. Aí não seria tão bom, porque eu só ganharia R$50. Mas é uma meta que é melhor que nada, porque mesmo que no ruim eu esteja empatando no Google, ou seja, quase que gastando o mesmo que me retorna, eu estou criando inteligência ao anunciar.

Muita gente começa no Google, empata e desiste. E esse é o erro. Você tem que anunciar no Google. E mesmo que esteja empatando, ou seja, que o dinheiro que você está investindo no Google está retornando ao ponto de pagar esse investimento, deve continuar. Porque você está criando inteligência, está aprendendo, está anunciando e trazendo informações, números que vão te ajudar a melhorar a sua campanha futuramente. Opa, essa palavra aqui está ruim, vou excluir. Esse público está ruim, vou excluir. Você começa a tirar o que está ruim, intensifica aquilo que está bom e aí alcança muito mais resultado.

E agora a meta boa seria estabelecer que a cada R$50 reais que eu invisto no Google, volte R$200. E para o meu bolso, R$150 líquido. O que seria muito bom também. Investir R$50 reais, voltou R$200. 

Então, essa meta de CPA é criada na realidade. Não expectativa. Não é aquela história do cara colocar R$100 reais no Google e querer R$50 mil. Já vi muita gente fazendo isso. E obviamente que essa expectativa está muito alta e completamente fora da realidade. Não vai trazer o esperado, vai acabar frustrando e te fazer desistir de investir no Google. O que não é legal, porque quem perde é você.

Se você não está anunciando, quem perde é você. O Google perde? Sim, mas há muitos clientes que a plataforma consegue manter, inclusive, os seus concorrentes.

Essas são as duas metas que você precisa acompanhar, volume e CPA. Se você tem um volume ou um CPA muito bom, que é um custo por conversão muito bom, você consegue ter um retorno muito interessante de investimento.

Vamos fazer um cálculo básico aqui. Se eu tiver R$50 reais por CPA, que seria a cada R$50 reais me volta R$200, vezes 10 vendas diárias. Então, por dia eu teria que gastar R$500 reais, porém eu teria um faturamento de R$2 mil reais. Tirando o investimento, eu teria um lucro líquido de R$1500 reais por dia. Esse seria o cálculo básico. Isso é muito real, muita gente faz isso hoje na internet.

Agora, você pode me dizer: Tiago, a minha meta é lead. Como é que eu devo calcular? Segue a mesma lógica. Só que a diferença é: Quantos leads você precisa para gerar uma conversão? Esse é o cálculo.

Vamos supor que eu precise de 10 leads para gerar 1 conversão. Então, você vai dividir aqueles R$100 por 10. Então a sua meta de lead acaba sendo R$10 reais. Mesma coisa nas metas boa e ruim. Então, você só divide pela quantidade de leads. E aí você vai chegar a conclusão, como nesse caso, de que pode gastar R$10 reais por lead, a cada 10 leads, R$100, o que vai lhe trazer uma venda e assim por diante.

Basicamente é isso. É bem simples, na verdade, de você fazer esse cálculo. Mas ele vai acabar te motivando, pois é um cálculo real, algo que você vai alcançar e aí vai aumentando o seu investimento.

O que acontece na campanha que usei para desenvolver esse conteúdo é que, em dois dias, investindo, por exemplo, R$2 mil reais, a gente teve um retorno de R$12 mil. Então, conforme você vai anunciando, isso aqui é valor de lead, vai tendo essas informações para futuramente alcançar ainda mais. Mas isso aqui não é de um dia para o outro. Já anunciei no Google e empatei. Ou até teve um mínimo de prejuízo. Pouco, mas teve. E aí eu fui aprendendo, colhendo informações para resolver e ter mais resultados futuramente.

E a pergunta que não quer calar é: Tiago, eu vendo vários produtos no Google. Como é que eu defino valor básico de CPA? Porque cada produto tem um preço diferente.

Fazer isso é simples. Na verdade, têm várias formas de fazer esse cálculo, mas a maneira mais simples para mim é você pegar o seu faturamento mensal, vamos supor que eu tenha aqui um faturamento mensal de R$300 mil reais, e aí eu teria R$10 mil reais por dia, e dividir pela quantidade de vendas. O resultado vai lhe trazer um valor de ticket médio.

Esse valor de ticket médio é o faturamento, então você tira os seus custos, como a gente fez, e vai sair o lucro médio disso. Pronto, fechou. Aí, com esse lucro médio, você consegue fazer o mesmo cálculo que a gente tem. E você pode atualizar, inclusive, cada mês o seu lucro e faturamento.

E aí o que você faz? Se a gente for, na sua conta Google, em “Ferramentas” e depois em “Conversões”, você consegue ir na conversão de venda do seu produto do lead e colocar um valor de conversão. Assim, sai esse valor de conversão para você e diariamente é possível já acompanhar o retorno que o Google está lhe trazendo, ao anunciar.

Aqui, na minha conta, por exemplo, o valor do lead custa R$14.83. Então, eu posso pegar isso aqui e gastar R$7-5 reais por lead, que vou ter resultado. É basicamente isso.

Lembre-se disso. Na hora de anunciar no Google é preciso acompanhar essas duas metas. Volume e CPA.

Assista ao vídeo abaixo

Aproveite para se inscrever em meu canal do YouTube e receber mais dicas sobre marketing.

Acesse: Canal do YouTube

Ouça o Podcast!

Baixe meus podcasts em sua plataforma favorita.

Acesse: Podcast

Baixe os Slides

Baixar Slide

Valeu? Até a próxima!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Aprenda a anunciar no Google com Orçamento Baixo

Ebook + Aula Completa Inclusa. Baixe Agora. É Grátis.

JUNTE-SE A MAIS DE 50.000 PESSOAS

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos e com prioridade

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo

Aprenda mais sobre Marketing Digital no Instagram Me siga →