Como Descobrir Seu Público Comprador no Google Ads

Você deve saber da importância de conhecer bem o seu público alvo antes de começar a anunciar no Google ou em qualquer outra fonte de tráfego. Bom, o Google traz essa informação de uma forma clara para você entender a fundo o seu público alvo comprador e começar a criar projetos, anúncios e estratégias baseados nesse público em específico.

E para você descobrir isso é bem fácil. Basta ir até a sua conta de Google Ads, em ferramentas e encontrar o “Gerenciador de Públicos-Alvo”. Esse é o local onde você pode gerenciar todos os públicos-alvo da sua campanha.

Clicando no Gerenciador de Públicos-Alvo e depois em informações do Público-Alvo, você vai chegar na página onde vai colocar a informação de onde o público alvo vai sair e você receberá insights.

Sem tempo de ler? Ouça o podcast!

Público-Alvo Sobre o Qual Você Quer Receber Insights

Como é que funciona isso? Você consegue receber insights de pessoas que entraram em um site seu, em uma página específica, de usuários do Youtube, pessoas que assistiram vídeo X, Y, Z, ou lista de clientes, ou seja, lista de e-mail que você tem e sobe no Google e ele pega pessoas parecidas com aquele público. Esse é o conhecido público semelhante e até no Facebook é conhecido como look-alike.

Voltando a explicação de como funciona… Você pega informação baseada em quem entrou na sua página, ou assistiu um vídeo, ou é inscrito no seu canal, ou você subiu essa lista de e-mail e o Google lhe mostra pessoas que são parecidas, têm idade X, são do Estado tal, e gostam de determinado assunto. Então, você consegue pegar mais informações desses usuários.

Eu vou pegar um exemplo de um público que para mim é mais relevante. O que é um público mais relevante? Pessoas que compraram de você. Então você pode pegar qualquer público para o Google lhe passar insights, mas o mais relevante é de fato quem está comprando de você.

Para pegar esse público em especial, você pode colocar um URL na página de obrigado, que é um público de remarketing. Ou seja, todo mundo que entra nessa página já conta lá e você pega só dessa página.

Ou também na lista de clientes. Você pega a lista de e-mail de todos os seus clientes, porque quando alguém compra um produto seu, provavelmente, você pede, pelo menos, o e-mail para mandar informações sobre o produto. Então, você pega esse e-mail e sobe essas informações no Google.

Para você entender na prática eu vou lhe dar um exemplo. Eu subi na minha conta do Google uma lista de um produto específico chamado Compradores. São pessoas que compraram até 20/06/2017. Todos esses clientes, se eu não me engano, compraram por cartão de crédito, por isso, são mais relevantes afinal não compraram por boleto ou pediram outra forma de pagamento. Simplesmente entraram na página e compraram.

Clicando no público escolhido o Google já vai atualizar e vai me mostrar informações do meu público-alvo baseado só nesses e-mails. E aí vem muita informação que algumas eu já sei, porque fiz pesquisas e sei quem são os meus clientes, e outras, alguns insights, que eu não sabia e a partir daí eu vou começar a criar estratégias para conseguir mais clientes.

Quando você tem esse conhecimento profundo, fica muito mais fácil para anunciar e alcançar resultados no Google.

Distribuição de Público-Alvo

As primeiras informações que a gente tem aqui são Informações Demográficas. O gráfico mostra em cinza o padrão Brasil, a quantidade de pessoas que estão no Brasil, e em azul os meus clientes. Nos meus dados, a gente consegue notar que eu tenho mais cliente masculino do que feminino. Eu gosto de colocar a parte de coluna de modo que ela mostre a porcentagem, assim, fica mais simples visualizar os dados.

O Google conseguiu descobrir que 54,2% dos meus clientes são do sexo masculino e 41,7% feminino. Então, na verdade, a gente está no meio a meio, não haveria uma segmentação muito forte a respeito disso.

Agora, olhando para a parte de idade, a gente consegue ver que a partir de 45 anos até +65 anos, que é terceira idade, nós temos mais de 60%. Ou seja, um número muito alto. Então, podemos constatar que acima de 45 anos é o meu público alvo.

Em relação ao Brasil, eles têm menos procura, eles estão menos na internet, porém eles são os meus clientes. A gente acaba se enganando, pensando: “Pô, quem entra mais no meu site têm de 25 anos a 34 anos”. Sim, mas elas não são as que compram. Então você tem que pegar informações de pessoas que compram não que simplesmente consomem o seu conteúdo, que estão entrando no seu site.

É claro que pessoas que entram em seu site têm maior relevância e você pode pegar informação, mas, de fato, quem paga para você é muito mais relevante. 

E olha só, em relação ao Brasil, tenho muitos poucos clientes de 25 a 34 anos, não é o meu público alvo.18 a 24 anos menos ainda, tendo apenas 2,8%, ou seja, não vou anunciar para esse público, não é meu público alvo. Assim como 35 a 44 anos também é pouco. Então, eu consigo perceber que o meu público é 45 anos para cima.

A gente tem também o Status Parental. Nos meus insights apareceu que 32% têm filhos e 64% não. Não posso dizer se esses dados são 100% certos, o que sei é que nos Estados Unidos é mais certeiro, mas já é uma informação para você poder ter uma noção.

Já na sessão “Locais”, você consegue ver informações sobre a distribuição do seu público por países ou cidades. Aqui, o Google lhe entrega de onde é o seu público. No meu deu que 44% é do Rio de Janeiro e 24% de São Paulo. Ou seja, mais de 50% dos meus clientes vêm dessas duas cidades. Um dado interessante.

Em dispositivos, o Google mostra os dispositivos que o público mais usa. Então, nesse caso, enquanto no Brasil é 80% celular e 20% computadores, o meu público alvo é diferente. Ele é composto de 60% celular e 40% computadores. Ou seja, eu posso sim focar bastante no computador também, olhar o meu site para computador, ficar bem atento, porque meu público utiliza esse dispositivo, até muito mais que a média do país. Provavelmente, isso acontece porque o jovem fica mais no celular do que as pessoas mais velhas.

Públicos-Alvo Relevantes

Aqui que é o fato interessante. Públicos-alvo relevantes. Nós temos dois. Públicos-Alvo no Mercado e Públicos-Alvo de Afinidade. O primeiro diz respeito a pessoas parecidas com esse público, que estão comprando ativamente na internet. Estão fazendo negócios, comprando produtos e tudo mais. Já o segundo é um público mais amplo. Então, eu sempre gosto de pegar informações de público-alvo no mercado. Para mim são mais relevantes.

Então, aqui, o Google pega essa minha lista de e-mails e traz o índice de similaridade com eles. Ou seja, o quão parecido é esse público e o que eles mais gostam que depois pode lhe ajudar a encontrar pessoas parecidas com ela, para criar seus públicos semelhantes.

Essa galera que eu subi, eles curtem bastante acessar blogs, sites. O interesse maior, segundo o índice que mostra 12,8X, é relacionado a móveis externos e de jardim. Então, a gente está falando de um curso de piano e eles têm interesse em comum no nicho.

Olha só, eu já posso construir várias estratégias de marketing e usar isso, inclusive, ao anunciar na Rede de Display. É um público relevante para eu anunciar porque está dizendo aqui que é muito parecido. Segundo os dados dessa sessão, a marca do carro dos meus compradores é Toyota. Isso é muito louco. Além disso, eles se interessam por planejamento de aposentadoria, o que faz todo sentido pela faixa etária.

Na hora de anunciar na rede de display eu posso utilizar isso. Posso criar conteúdos e estratégias baseados nessa informação. Por exemplo, como tocar teclado na terceira idade.

Quando você vai anunciar no Google, geralmente, as opções óbvias são mais caras. Então, por exemplo, eu anuncio para música e obviamente que vou colocar instrumentos musicais. Isso aí é o óbvio. E, muitas vezes, a concorrência é maior por questões óbvias. Agora o seguinte… quando você pega uma coisa que não é tão concorrido, um público, por exemplo, de Planejamento de Aposentadoria, que não é tão disputado quanto o de música, você consegue pegar um público maior, paga menos por clique e, no fim, acaba chamando mais pessoas para o seu site que têm uma possibilidade alta de converter porque já mostramos aí que são pessoas que compraram, público semelhante de quem comprou.

Então, esse é um teste para você colocar no Google, pegar essas informações e, talvez, muito da sua estratégia acabe se alterando, baseado nesses dados. Enfim, tudo buscando melhorar os seus resultados.

Assista ao vídeo abaixo

Aproveite para se inscrever em meu canal do YouTube e receber mais dicas sobre marketing.

Acesse: Canal do YouTube

Ouça o Podcast!

Baixe meus podcasts em sua plataforma favorita.

Acesse: Podcast

Baixe os Slides

Baixar Slide

É isso. Nos vemos no próximo conteúdo e até lá.

Forte Abraço.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Aprenda a anunciar no Google com Orçamento Baixo

Ebook + Aula Completa Inclusa. Baixe Agora. É Grátis.

JUNTE-SE A MAIS DE 50.000 PESSOAS

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos e com prioridade

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo

Aprenda mais sobre Marketing Digital no Instagram Me siga →