Dicas Básicas Para Anúncios Gráficos No Google

Como ter mais resultado melhorando seus banners no Google? Quando você anuncia na rede de display, que vai exibir seus anúncios em sites parceiros, em aplicativos, até no Youtube, você tem a opção de mostrar uma imagem. Um banner com tamanho específico. Muita gente não presta a atenção, não faz com cuidado essa parte. E ela é um dos pilares para você alcançar resultado no Google. Atingir suas metas e objetivos.

Eu sempre reforço os 3 pilares para você gerar resultado anunciando no Google. O primeiro pilar é ter um site realmente muito bem feito para onde você vai enviar o tráfego. O segundo é a segmentação, que é receber cliques qualificados, pessoas que vão comprar de você. E o terceiro é o anúncio.

Então, o anúncio é um pilar para você ter resultados concretos. Ou seja, você mostrar o seu anúncio, chamar a atenção, gerar aquele interesse na pessoa de clicar, ir para o seu site e comprar o seu produto ou se tornar um lead e etc.

Quando as pessoas fazem anúncio na rede de display, muita gente comete o erro de fazer de qualquer maneira. E não se preocupa realmente em fazer um anúncio que vai chamar a atenção do usuário e passar a mensagem clara daquilo que ele vai comprar, ver, ao clicar nesse banner.

Então, nesse conteúdo eu quero mostrar algumas sacadas para você melhorar os seus banners no Google.

Por que Devo Ter Banners de Todos os Tamanhos?

Quando você cria uma campanha na rede de display, o primeiro passo é criar banners em todos os tamanhos. Você pode subir, fazer o upload, bastando simplesmente, na sua conta Google, ir em “anúncios” e depois em “fazer upload de anúncios gráficos”.

Ao fazer isso, você vai escolher as imagens. Vai colocar a URL do seu site e pronto. Aí o Google leva mais ou menos um ou dois dias para aprovar os seus anúncios. Simples assim.

Agora: Tiago, que tamanho eu devo criar o meu banner? A resposta é que você deve criar todos os tamanhos que estão disponíveis. Com no máximo 150 kb. Podendo ser em JPG, GIF, PNG.

Como assim, Tiago? São pelo menos 20 formatos. Eu tenho que fazer um banner para cada tamanho? Sim, porque alguns sites vão ter só o quadrado pequeno (200X200) e o retângulo grande (336X280). Outros sites, vão ter só o banner (468X60) e o cabeçalho (728X90). Lá no celular, os específicos para tal. 

Então, para garantir que o seu anúncio apareça em todos os sites, em todos os aplicativos, você tem que fazer ele em todos os tamanhos. Pode fazer o mesmo layout, mudando só realmente as proporções a cada tamanho. Isso é o básico. 

Na hora de você construir o seu anúncio em banner, ou seja, um anúncio gráfico, ele vai aparecer no Google igual a foto abaixo:

Por isso eu gosto de colocar uma frase de impacto. Tem que incluir a sua logo ou o site para onde você vai direcionar as pessoas. E ainda temos um botão. Você pode incluir também um botão, caso ache necessário. Eu gosto de colocar o botão, porque deixa claro para a pessoa que é para clicar ali. No entanto em qualquer lugar que ela clicar, já vai fazer com que ela seja encaminhada para o site. Então, eu peguei esse mesmo layout e montei banners em diversos tamanhos.

Anúncio Responsivo

Além desses anúncios gráficos básicos, nós temos também o anúncio responsivo. Você o encontra clicando no sinal “+” e depois na opção “Anúncio gráfico responsivo”. Mas o que é isso? Você inclui algumas imagens, logos, frases e o Google vai construir vários banners, vários anúncios diferentes, e vai fazer um teste A/B de frase, misturando imagens. Isso ajuda muito no seu resultado. E o anúncio responsivo garante que você vai aparecer em todos os sites, em todos os formatos. Então isso é muito bom.

Em “Ver Detalhes de Recurso” o Google mostra para mim quais imagens, logotipos, frases e chamadas para ação que geraram um desempenho melhor. Aqui, por exemplo, na minha conta, todas as chamadas para ação aparecem com desempenho “Bom”, menos um que aparece como “baixo”. Isso lhe dá vários insights para você depois excluir e melhorar essas frases, mas também para construir essas frases no seu site, em outros anúncios. E isso melhora o seu resultado como um todo.

Você vai poder acompanhar depois de algum tempo que rodar alguns anúncios para ver qual gerou um resultado melhor.

Como Criar Um Anúncio Responsivo?

Tiago, como eu crio esse anúncio responsivo? É bem simples. Mas muita gente comete um erro muito básico, que eu vou lhe mostrar agora.

Para começar, você vai clicar no sinal de “+” e em seguida na opção “Anúncio Gráfico Responsivo”.

Você vai colocar na linha “URL Final”, o seu site. Aqui, por exemplo, vou inserir o site do Conversão Extrema.

Em seguida, já será possível visualizar como vai ficar seu anúncio gráfico. A primeira parte é você subir imagens. Clicando em “Imagens e Logotipos”. Você também pode acessar as imagens que você já fez upload anteriormente, além de um banco de imagens. 

Supondo que você já subiu todas as suas fotos. A primeira coisa que a gente tem que colocar na construção do anúncio é o logotipo. Clicando na imagem correspondente, você vai ver dois tamanhos que terá que fazer. Um mais quadrado e outro retangular-horizontal. No mínimo você tem que preencher esses formatos. É possível colocar até 5 logos diferentes.

Depois, nós vamos para a parte de imagem. Ao selecioná-la, você também verá dois formatos. No mínimo, você tem que usar um quadrado e um horizontal. Nessa sessão, é possível utilizar até 15 imagens diferentes. Quanto mais melhor, porque você vai testar e ver qual gera mais resultado.

Feito! Então nós vamos simplesmente clicar em “salvar”. Novamente, você verá na tela uma prévia de seus anúncios. Tanto na rede de display, quanto no Youtube e Gmail. O próximo passo é colocar o título. O meu eu deixei da seguinte forma: “Aprenda a vender mais”. Aqui, você vai colocar no mínimo uns 3 títulos. Mas é possível colocar até 5.

Agora, vamos colocar um título mais longo, o meu do exemplo ficou assim: “Descubra o Passo a Passo para Vender Mais na Internet”. Em seguida, você vai colocar o nome da sua empresa. Que no meu caso é o Conversão Extrema. 

Eu sempre gosto de usar um recurso do “Opções de URL de Anúncio” e em seguida “mais opções”, que é incluir o Call to Action. Se é para se inscrever escolho essa opção, se é para comprar, coloco “comprar agora”, e assim por diante.

Uma vez finalizado, você pode clicar no símbolo do computador no canto superior direito da tela e visualizar como ficará todos os seus anúncios.

Um ponto importante: Você também pode incluir no seu anúncio um vídeo. E ele vai aparecer não só no Youtube, mas também na Rede de Display. A pessoa pode clicar e assistir um rápido vídeo.

Nessa mesma página, na parte superior, você pode ver uma espécie de gráfico chamado “Progresso de Recursos”. Se estiver tudo verdinho, significa que ficou bem completo.

Outro ponto importante, e que a gente tem que tomar cuidado, é quanto as imagens. Elas podem ser mais limpas, sem botão, por exemplo, só imagem com uma frase. Teoricamente, elas são visualmente melhores. Eu estou testando.

Por que estou dizendo isso? O pessoal geralmente pega aquele banner padrão e sobe a foto. Só que nesse formato, como já vai ter a parte do texto, que estaria dentro da imagem, você pode tirar e colocar algo mais simples. E assim visualmente fica melhor. Mas de novo, você pode testar, incluir esse e outro com mais texto e ver qual vai gerar mais resultado. Depois o Google vai lhe dizer o desempenho de cada um.

Native Ads

Esse tipo de anúncio que estamos vendo aqui é algo que estou utilizando mais para o remarketing. Pessoas que já me conhecem, já entraram no meu site e eu estou chamando elas para um evento específico, ou já para fazer uma compra, se inscrever para alguma coisa. Então, é um anúncio que você sabe que é um anúncio. Quando você olha esse banner, sabe que é um anúncio.

Agora, se você quer mostrar para pessoas novas, para vender ou chamar lead, geralmente, o que gera mais resultado é o chamado native ads, que são os anúncios nativos. Eu vou dar um exemplo aqui do Aprenda Piano, que foi um dos tipos de campanha que mais gerou resultado para a gente:

Esse tipo de anúncio que “parece” amador, não tem nenhum botão. Ele é como se fosse para um artigo mesmo. Então, não tem nada. Simplesmente a pessoa chega e clica e vai para a página. 

Esse anúncio, dentro da página que o usuário está visitando, geralmente de um artigo, parece uma extensão do conteúdo, um complemento e não uma “propaganda”. Porque o anúncio, na nossa mente já dá aquela “trava”, uma espécie de barreira em que faz com que a gente não queira clicar tão facilmente. Uma espécie de rejeição automática. Quando você faz um anúncio mais leve, sem parecer um anúncio, o native ads, ele tende a ter mais cliques, mais visualizações, CTR maior, mais pessoas no seu site.

Então, tem essa diferença. Quando a pessoa te conhece, já entrou no seu site, demonstrou um interesse maior, você pode mostrar aqueles anúncios que fizemos juntos no início. Aqueles com cara de anúncio. O Native Ads é para quando a pessoa não conhece você, um público novo, para que não haja um bloqueio ou uma rejeição quanto a sua “oferta”.

É isso! Eu espero que essas dicas tenham ajudado você a melhorar os seus anúncios na rede de display do Google. Nos vemos na próxima. A gente se fala.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Aprenda a anunciar no Google com Orçamento Baixo

Ebook + Aula Completa Inclusa. Baixe Agora. É Grátis.

JUNTE-SE A MAIS DE 50.000 PESSOAS

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos e com prioridade

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo

Aprenda mais sobre Marketing Digital no Instagram Me siga →