Facebook Disponibiliza Recurso para Identificação de Fake News

JUNTE-SE A MAIS DE 50.000 PESSOAS

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos e com prioridade

As últimas semanas não têm sido nada fáceis para o Facebook. Após o estouro de um grande escândalo, envolvendo a rede social mais popular do planeta. O assunto mais discutido se relaciona com a real segurança dos dados pessoais de usuários que utilizam a plataforma.

Em meio à tratativas e explicações, os responsáveis pelo Facebook, inclusive, seu proprietário, Mark Zuckerberg, têm sido cobrados não só por explicações e esclarecimentos quanto ao ocorrido, mas também por medidas que evitem um novo vazamento de informações que deveriam ser sigilosas.

O caso tem tanta gravidade, que acabou gerando um rombo bilionário nos cofres da rede social.

Há quem diga que esse é só o começo do fim do Facebook, outros acreditam que, em breve, haverá uma versão paga. Questão que, inclusive, não foi descartada por Zuckerberg, durante esclarecimentos às autoridades nos Estados Unidos.

Os rumores sobre o caso são, realmente, bastante amplos. Profissionais da área de marketing, estão preocupados com a possibilidade do fim da plataforma de Ads.

Por outro lado, há quem defenda a máxima de que: “Quando não se paga por um produto, você se torna o produto”, indiciando que o vazamento e a utilização de dados não são lá coisas tão absurdas.

Enfim! Polêmicas à parte, fato é que depois de tanto “barulho”, Mark Zuckerberg se viu obrigado a reformular e atualizar alguns pontos de sua plataforma.

Uma das mais recentes atualizações dão conta de um recurso que permite a identificação de Fake News.

Ao que tudo indica, os próprios usuários poderão fazer esse apontamento de forma simples e rápida!

Vem entender melhor o que essa mudança pode representar para usuários e profissionais que utilizam a rede social!

O Mestre do Adwords preparou um conteúdo completo sobre assunto, especialmente, para você.

Facebook Mira Fake News como Medida Para Garantir Privacidade de Dados

Como você já sabe, a credibilidade do Facebook decaiu bastante diante dos últimos acontecimentos. Que evidenciou a fragilidade da privacidade dos dados de usuários que utilizam a plataforma.

Pressionados para que fossem apresentadas medidas que garantissem maior segurança, os responsáveis pela rede social expuseram, recentemente, como parte do pacote de medidas prometido, uma atualização que mira diretamente as Fake News.

Segundo informado, aparentemente, os próprios usuários, através de um recurso disponibilizado, poderão identificar as Fake News e fazer o apontamento diretamente na plataforma.

Para quem não sabe, Fake News trata-se de uma notícia falsa. Podendo ser, por exemplo, aquela matéria, ao qual você visualiza e desconfia fortemente de que não se trata de fatos!

  • Com certeza, você já deve ter tido contato com milhares delas enquanto navegava em sua timeline, não é?

Pois bem, parece que o Facebook encontrou uma solução para fazer com que, ao menos, elas sejam menos frequentes na rede.

O objetivo da atualização, provavelmente, é consertar um pouco a sua imagem “abalada” pelo escândalo, que envolveu a Cambridge Analytica e a eleição presidencial que levou Donald Trump ao cargo, através de uma maior sensação de segurança e confiabilidade.

O recurso de detecção de Fake News, por enquanto, só foi lançado oficialmente nos Estados Unidos, no entanto, tudo indica que, em breve, ele também será disponibilizado em outros países, incluindo, o Brasil.

Que foi citado nas declarações de Mark Zuckerberg, indicando que havia preocupações quanto às eleições brasileiras.

A esperança é que, diminuindo a dispersão das Fake News, a plataforma, no geral, se torne mais confiável.

Como Vai Funcionar o Novo Recurso de Detecção de Fake News do Facebook?

Ao contrário do que muita gente imaginou, o mecanismo por trás do recurso do Facebook tem um embasamento muito interessante.

Ele funcionará de forma a permitir que os usuários tenham acesso à dados mais profundos sobre o embasamento da notícia, matéria ou conteúdo. Será possível também ver quais amigos fizeram o compartilhamento.

A partir de um pequeno ícone localizado na lateral do título da matéria, os usuários poderão confirmar e checar dados, como:

  • A página ou veículo que fez a publicação do conteúdo.
  • Outras matérias produzidas ou publicadas pelo mesmo veículo ou página.
  • Quais seguidores ou amigos fizeram o compartilhamento desse conteúdo.

Dessa forma, oferecendo mais informações sobre o conteúdo, o Facebook acredita que será possível doutrinar os usuários da rede social a identificarem mais facilmente quando a notícia ou o material, no geral, não é verdadeiro e embasado em fatos.

Quais as Consequências Positivas do Recurso Contra as Fake News?

Com essa nova “tecnologia”, o Facebook tem mais potencial de garantir que notícias e conteúdos falsos, utilizados para induções propositais e persuasões tendenciosas a algo ou alguém, sejam evitadas.

Ou seja, levando em consideração o que ocorreu depois do vazamento de dados que foram, supostamente, utilizados na campanha de Donald Trump, o recurso vai agir para que esse tipo de situação seja previsto com antecedência, evitando impactos negativos.

O Facebook acredita que doutrinar os usuários para essa detecção é uma iniciativa forte com potencial de evitar o desvio de informação.

Quais as Consequências Negativas do Recurso Contra as Fake News?

Ainda falta aprimoramentos no recurso. Já que a rede social só poderá trabalhar, nesse primeiro momento, com conteúdos que foram lidos pelos usuários.

O que quer dizer que se você, apenas, interagir e reagir ao material pelo título, nada será feito.

Além disso, profissionais que utilizam a plataforma como canal de publicidade, compartilhando artigos e conteúdos promocionais, correm o risco de serem atacados por “concorrentes mal-intencionados”.

Essa é só uma das primeiras novidades trazidas pelo Facebook. Isso porque, em breve, a rede social trará um pacote de medidas completo que, possivelmente, mudará bastante o que conhecemos da plataforma atualmente!

O próximo ataque, ao que tudo indica, será direcionado aos perfis falsos!

E, aí? O que você achou da novidade?

Acredita que a mudança pode impactar em outras coisas?

Conte sua opinião para nós!

Desejamos-lhe sucesso sempre, a gente se vê.

Forte Abraço.

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Aprenda a anunciar no Google com Orçamento Baixo

Ebook + Aula Completa Inclusa. Baixe Agora. É Grátis.

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo

Conteúdo Exclusivo
do Instagram