Incluindo Palavras-Chave Negativas Corretamente No Google

Como inserir corretamente palavras negativas nas suas campanhas no Google. Essa é uma dúvida que muita gente tem, que muita gente me envia no e-mail ou me chama lá no Instagram. Fala: “Tiago, como é que faz? Será que vou no termo de pesquisas, só incluo e etc.?”. Então, nesse conteúdo, eu quero mostrar de uma maneira simples, rápida e que vai garantir você não aparecer para pessoas que de fato você não tem que aparecer.

A segmentação serve para fazer seus anúncios aparecerem só para pessoas relevantes. Trazer cliques relevantes para o seu site e dessa forma você vender mais, investindo menos. Quando você não inclui palavras negativas ou uma segmentação negativa, se estiver fazendo no Youtube ou Rede de Display, enfim, está aparecendo, colocando o seu anúncio para aparecer para pessoas que não são relevantes. E isso é um problema, porque você vai gastar dinheiro onde não deve.

Depois eu vou entrar aqui na parte prática dentro da campanha de Google, mas vou explicar de uma forma bem simples como você vai fazer isso. É bem tranquilo.

Como Funciona a Inclusão de Palavras-Chave no Google na Teoria?

Quando você insere palavras nas suas campanhas de Google, serão várias palavras que você irá selecionar. Em um grupo de anúncio, você vai usar em torno de 20 a 30 palavras. Então, vamos supor que eu tenha um curso de piano e por isso vou colocar aqui algumas palavras-chave que acho relevantes, como: aprender piano, aprenda piano, curso de piano, aulas de piano, professor de piano, vídeo aula… Pronto, escolhi aqui algumas palavras para aparecer.

Quando começar a rodar as campanhas e por ter colocado de forma ampla, o Google vai pegar tudo o que tiver de palavras relacionadas, adicional, ele vai puxar para aparecer o anúncio. Nesse caso, você vai ter mais tráfego. Essas são as palavras pesquisadas que é o famoso Termos de Pesquisa.

Por exemplo, se eu incluí o termo “aprender piano” e deixei de forma ampla, pode aparecer “aprender piano básico”. Perceba que a palavra “básico” não foi uma palavra que eu incluí, mas o Google vai puxar porque eu coloquei a palavra-chave de uma forma ampla.

Eu tenho um conteúdo aqui no Blog, além de um vídeo no meu canal no Youtube falando sobre os tipos de correspondência de palavra-chave, caso seja necessário entender melhor. Tem a ampla, a exata, que é quando a pessoa tem que escrever exatamente a palavra-chave estipulada para o seu anúncio aparecer, por exemplo. Mas aqui, eu vou colocar de forma ampla.

Só da palavra-chave “aprender piano” vão sair vários termos: “Como aprender piano”, “aprender piano grátis”, “aprender piano presencial”, “aprender piano com livros”, “aprender piano em SP”, entre outros. Então, só dessa palavra, conforme você vai anunciando, o Google vai encontrar várias outras palavras. São variações dessa que você colocou, termos adicionais que você não tinha pensado obviamente.

E aí, o que você faz? Baseado nos termos de pesquisas das pessoas, você vai incluir as palavras-chave negativas. Basicamente, você vai analisar entre essas palavras quais são ruins. Mas você não vai colocar a palavra toda e sim só a negativa. Ou seja, somente a palavra que você não quer que seu anúncio apareça.

Por exemplo, a palavra “básico” é um termo que faz sentido para mim, então vou adicionar. Nesse caso, é necessário adicionar a palavra-chave toda, ou seja: “Aprender piano básico”. Agora, o termo “Aprender piano grátis” já não é boa para mim, afinal, meu curso não é grátis. Então, como “aprender piano” é uma palavra boa, eu vou apenas negativar a palavra “Grátis”. 

Você tem sempre que olhar para a palavra e questionar: Eu vou adicioná-la ou vou negativá-la?

Só que quando você adiciona esse termo negativo novo que você ainda não tinha pensado, é necessário adicionar também as variações dele e não apenas ele, pois isso vai multiplicar as suas palavras negativas. E assim você vai garantir que seus anúncios não vão aparecer dali em diante para qualquer pesquisa relacionada a palavra grátis.

Vou dar um exemplo. A partir da palavra grátis, você pode adicionar: gratuito, gratuitamente, gratuita, gratuitas, gratuitos, free, de graça, entre outras. Você viu que de uma palavra negativa já multipliquei para garantir que eu não saia para pessoas que não devem ver o meu anúncio?

Você precisa olhar para cada palavra e se ela faz sentido para o seu negócio. Porque para tornar uma palavra negativa, você tem que ter certeza. Afinal, seu anúncio, realmente, não vai aparecer caso esse termo seja utilizado em uma pesquisa.

Por exemplo, o meu curso é online e um dos termos de pesquisa que surgiu foi “aprender piano presencial”. Nesse caso, eu posso dizer que não sei se a palavra “presencial” é boa ou ruim. Porque mesmo sendo um curso online, ainda posso convencer a pessoa em optar pela aula digital, ao invés da presencial. 

Então, poderia adicionar “aprender piano presencial” nas minhas campanhas. O índice de qualidade talvez não seja tão bom, porque não é um curso presencial. Mas, depois de um tempo você pode analisar com mais segurança o desempenho da palavra-chave. E então chegar a conclusão de que sim, realmente, o termo é uma porcaria, não converte, não está trazendo resultados. Ou não. Em caso da primeira conclusão, aí sim, inclua-o na lista de palavras-chave negativas.

Vamos supor que “presencial” não é bom. Então, adicionamos na lista negativa. E seguimos o processo, encontrando palavras relacionadas, como “particular”. Se tiver dificuldades para encontrar termos que se relacionem, você pode ir no site chamado Dicionário Criativo e colocar na ferramenta o termo em questão. Há algumas abas aos quais você pode navegar, a de sinônimos e relacionadas são as que mais utilizo. 

Pronto! Zeramos os termos de pesquisa. Otimizamos a nossa campanha. Então, chegou a hora de adicionar essas palavras na lista negativa. Assim, não vamos sair para quem não devemos aparecer. Simples assim. É assim que você deve gerenciar a sua lista de palavra-chave.

Agora, vamos supor que você tenha a seguinte palavra-chave: “aprender piano João”. E você quer tirar só a palavra “aprender piano João” e não o nome do João inteiro. Aí sim você pode negativar como exata. Colocando a palavra-chave em questão entre chaves: [aprender piano João]. Então, se a pessoa digitar João tocar piano, vai sair o seu anúncio. Agora, se ela digitar exatamente o termo inserido dentro das chaves, o seu anúncio não será exibido. Isso aqui serve para ser mais específico, em algumas ocasiões você pode usar esse formato. Mas em 99,99% dos casos, você vai usar da maneira que ensinei anteriormente. Eu praticamente só uso ampla.

Agora nós vamos fazer tudo isso que conversamos na prática!

Como Incluir Palavras-Chave Negativas no Google na Prática

Eu entrei aqui na minha campanha na Rede de Pesquisa. Peguei um período de 1 semana, só para a gente dar uma olhada. Aqui tem todos os meus grupos de anúncios. Eu vou selecionar um grupo chamado “aprender piano”. Se eu clicar sobre ele, vão aparecer as palavras-chave desse grupo. Entre elas: aprenda piano, como aprender piano, tocar piano, e assim por diante. Geralmente, um conjunto de anúncio tem de 20 a 30 palavras, pode ser um pouco mais ou um pouco menos, mas essa é a média.

Se você tem um conjunto de anúncio com 100 palavras, é porque você não está sendo específico o suficiente. Então, o ideal é que você divida entre grupos de anúncios para que seja mais focado. Assim, aquilo que a pessoa está realmente procurando, ela vai encontrar. É por isso que eu tenho vários conjuntos. Por exemplo, aprender piano é um conjunto, aprender teclado é um outro conjunto de anúncio. Por que se a pessoa pesquisa “aprender piano”, ela verá um anúncio de “aprender piano”, a palavra piano vai chamar a atenção dela. Da mesma forma é quando a pesquisa é por “teclado”.

Você pode até utilizar o mesmo site, a mesma URL de destino dos dois, mas a pessoa ao ver a palavra que ela digitou no anúncio tem a sua atenção mais captada. Assim, seu CTR aumenta e você consegue ter mais cliques qualificados.

Voltando. O que eu fiz para começar? Adicionei aquelas palavras “positivas” ao meu grupo de anúncios. 

Na aba palavra-chave negativas nós podemos visualizar também palavras que já tinham sido adicionadas anteriormente, caso você nunca tenha feito isso, é provável que na sua conta não haja nada para exibir. Se para cada grupo de anúncio temos em média 20 a 30 palavras-chave, você vai construir uma lista de, pelo menos, 100-150 palavras-chave negativas, até chegar a 1000. É realmente muito, porque é mais importante você garantir que o seu anúncio não apareça para quem não é qualificado, do que aparecer para quem é qualificado. É importante você descobrir quem não é o seu público alvo. Basicamente isso.

Depois de adicionar os termos, a gente vai clicar em termos de pesquisa. Então, nós colocamos lá as palavras e vai começar a aparecer termos, nesse conjunto, que não estão adicionados. É aí que você tem que tomar decisões. Nesse ponto, você já consegue ver se cada um deles está trazendo, ao menos, um pouco de resultado ou não.

Por exemplo, aqui no meu grupo de anúncio apareceu como palavra-chave relacionada “jogo de piano”. Obviamente, não se trata de uma pessoa procurando um curso. Qual é a palavra negativa nesse caso? Não é o jogo de piano. O que muita gente faz, que eu não recomendo, seleciona o termo no bloco lateral e clica em “adicionar como palavra-chave negativa”.

Só que ao fazer isso, você coloca o termo todo [jogo de piano], de modo exato, ao invés de excluir apenas o “jogo”. Além disso, se a pessoa digitar “jogos piano” o seu anúncio vai sair para ela. Então, o que você tem que fazer é só excluir a palavra jogo, como fizemos anteriormente.

Importante: Quando você for construir uma campanha do zero é necessário que a faça já otimizada. Porque senão você já perde dinheiro logo no início. Tiago, o que é uma campanha otimizada? Há dois tipos de campanha quando você constrói uma no Google. A que eu chamo de otimizada e a padrão.

Na campanha padrão você inclui as 20 palavras e depois vai ver quais são as palavras ruins para então excluir. Só que nesse período, você perdeu dinheiro, porque teve que gastar com pessoas que não iam comprar de você.

Já na campanha otimizada, você começa já incluindo as palavras negativas antes de começar a anunciar e depois ao decorrer da campanha, irá descobrindo outras palavras. Porém, 80% da sua campanha já foi feita no primeiro passo. Nessa otimização prévia.

Como é que você faz isso? Com o planejador de palavras-chave. Antes de você começar a anunciar no Google, depois de ir lá e selecionar as palavras boas, você vai olhar palavra por palavra, onde estão aquelas ruins. Para começar a sua campanha de uma maneira correta. Você vai achar muitas palavras, mas é necessário analisá-las. Se você quer gerar resultado terá que olhar uma por uma para ir encontrando e construindo sua lista negativa.

Se você está iniciando a sua primeira campanha no Google, eu recomendo você focar só em palavras que correspondem exatamente ao seu produto ou serviço. Ou seja, escolha palavras que você tem certeza que vão trazer conversão. E depois você começa a ampliar conforme for aumentando o seu investimento. Porque muita gente começa a incluir todas as palavras relacionadas que não falam diretamente sobre o produto e aí tem muito gasto desnecessário com palavras não tão boas.

Por exemplo, a palavra “curso piano pdf” não é tão boa quanto “aprender piano online”, afinal, a segunda é bem mais específica em relação a correspondência do meu produto. Agora, o que vai dizer se é bom ou ruim mesmo é o teste, é colocar para rodar. A ideia é que se o seu orçamento for baixo, em casos como esse, que você prefira testar primeiro a palavra que tenha maior correspondência com o que você está anunciando.

Então, o correto é ver uma por uma e excluir as ruins. Assim, você já vai começar uma campanha com 50-100-150 palavras negativas. E aí na hora que você a colocar para rodar, em 24h já gerará resultados. É basicamente isso que você deve fazer.

Espero que você tenha curtido esse conteúdo. Nos vemos na próxima!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Aprenda a anunciar no Google com Orçamento Baixo

Ebook + Aula Completa Inclusa. Baixe Agora. É Grátis.

JUNTE-SE A MAIS DE 50.000 PESSOAS

Entre para nossa lista e receba
conteúdos exclusivos e com prioridade

Gostou do artigo? Deixe seu comentário abaixo

Aprenda mais sobre Marketing Digital no Instagram Me siga →